domingo, 22 de março de 2009

Aldrabão!

Está mais do que visto que Lucílio Baptista não viu o lance polémico da farsa de ontem. Apenas imaginou aquilo que a sua visão de águia queria vislumbrar... Confundiu realidade com o seu desejo! Marcou um PENALTY numa final duma competição oficial a pedido dos jogadores do seu clube do coração. Mas isso não pode afirmar à jornalista da SIC, Maria João Ruela, que, diga-se em abono da verdade, conseguiu questionar com pertinência o seu entrevistado e colocar a nu as fragilidades e o comprometimento deste individuo que se diz árbitro de futebol. Foi fácil demais 'desmontar' a sua argumentação falacciosa.

Então se tinha tanta certeza do que viu, a ponto de marcar uma grande penalidade tão peremptoriamente, porque é que consulta os auxiliares? Porque é que não assumiu a sua ‘certeza’?

Consulta aquele que melhor ângulo e mais próximo da jogada estava que lhe diz que não viu nada e dá crédito ao outro auxiliar (?) que está do lado oposto d0 relvado, a mais de 50 metros e igualmente com um ângulo pouco favorável? É com base 'nisto' que confirma a sua (in)decisão? Pronto OK, o gajo não é corrupto, concedo... Se não é corrupto é BURRO que nem uma porta!... Que, como se sabe, é bem pior que aqueles simpáticos bichos quadrúpedes...

Assumido ainda, que a bola até tocava no braço de Pedro Silva e que o toque se dava dentro da área, teria que se analisar a INTENÇÃO do defesa leonino em cortar a bola. Tendo em conta a jogada em causa, a rapidez e distância do passe, toque, finta (nem sei bem o que foi aquilo) daquela besta do Ti Maria, dificilmente Pedro Silva teria tempo para cortar a bola com a mão propositadamente. A velha questão é que já se sabe que bola na mão dentro da área dos adversários do benfique, transformam-se, automaticamente, em mão na bola....

Curiosamente, ainda no fim-de-semana passado, houve dois lances (DOIS) em que aí sim houve dois jogadores que jogaram a bola com o braço e nada aconteceu. Foi no Nosso Estádio José de Alvalade e os jogadores eram do Rio Ave, adversário do SCP nesse jogo... Se no primeiro me parece casual, o segundo lance é clarinha a intenção. Mas o resultado prático foi idêntico: o larápio de ocasião mandou seguir a banda…

Coincidências, azares? Acredite quem quiser...

3 comentários:

Anónimo disse...

A direção do S C P tem obrigações de IRRADIAR o palhaço Vitor Pereira de sóçio do clube.Também devia desde já fazer a confirmação de que o S C P não alinhará mais nesta competção,isto é a competição da corrupção que até o (corrupto)Pinto da Costa não presta atenção á mesma.VIVA o S C P

Leão Transmontano disse...

Devemos recuperar a liderança pela denúncia veemente deste sistema podre. Estamos no meio de uma teia ora azulada, ora avermelhada que prejudica o desporto e aqueles que querem vencer honestamente.

Nem tudo vale para vencer. Já não há palavras para descrever a podridão instalada. A quem diz que lhe interessa um SCP forte respondemos que a perder titulos e prémios monetários desta forma, só nós mesmo é que conseguimos resistir e continuar a ser fortes.

A próxima direcção deve ter um espirito combativo porque ou acabamos com esta seita ou continuaremos a assistir a crimes continuados e premeditados como o que vimos.

fantasma do Óculo disse...

Nem sequer precisa de bater na mão. Há duas semanas, bola na cabeça ---> priiiiii, foi mão, eu vi ---> livre ---> golo. O ano passado, bola na cabeça ---> priiiiii, foi mão eu vi ---> penalti ---> golo. O benfas está sujeito a regras próprias (no 3-2 em Alvalade, não se recordam de um atraso ao GR não sancionado?). Agradeciamos era que as explicassem antes do inicio dos jogos para sabermos com o que contamos.