quinta-feira, 6 de setembro de 2007

As “amadoras”!

Foto: site "mais futebol.pt"

E porque nem só de futebol vive o homem, é justo enaltecer a nossa selecção de basquetebol que para além do feito, já de si histórico, de ter conseguido o apuramento para a fase final do Campeonato da Europa da modalidade, avançou ontem para a 2.ª fase após uma brilhante vitória sobre a Letónia por 77-67! Com alguma sorte, é certo, pois ninguém contava com a vitória da Croácia sobre a super favorita Espanha (que não perdia à mais de dois anos), mas também com um enorme mérito! Por tudo o que já fizeram devemos, todos nós portugueses, estar orgulhosos desta selecção!
A verdade é que o desporto português, apesar de todas as carências e dificuldades que ainda prevalecem, vai dando mostras de evolução. Acho que está mais do que na altura de apostar na construção de infra-estruturas e dotar de condições mínimas as outras modalidades para além do futebol. Por uma questão de justiça, até porque os atletas dessas modalidades vêm provando o que valem e já fizeram mais do que o suficiente para merecer trabalhar com outras condições. À atenção do Sr. Laurentino Dias
Para além das vitórias individuais no atletismo, que vão surgindo com alguma frequência, é bom recordar os feitos que o voleibol tem vindo a protagonizar. Sem esquecer os novos valores do Judo e Triatlo ou, como exemplo acabado de grande superação, o feito incrível alcançado pela selecção nacional de râguebi: única selecção amadora a conseguir apurar-se para um Campeonato do Mundo! Domingo lá vou estar a torcer em frente ao televisor no jogo de estreia absoluta contra a Escócia, uma das mais tradicionais selecções do râguebi.
Finalmente, não posso deixar de mais uma vez exaltar os nossos basquetebolistas: parabéns rapazes e força Portugal!

2 comentários:

8 disse...

Se gosto da selecção de futebol, revejo-me nas selecções das outras modalidades desde que sejam o reflexo do muito que trabalham sem os media do nosso cantinho lhes prestarem qualquer atenção no dia a dia.

Como fiquei triste, mas orgulhoso, com a vitória "só" por 10 pontos sobre a Estonia. E como vibrei e saltei com a derrota da Espanha. Tivesse disponibilidade e ia directo a Madrid para receber os nossos jogadores.

O capitão da selecção (Paulo Simão) iniciou-se no nosso clube e só abandonou o Sporting quando PSL e, os sócios que assim votaram, SUSPENDERAM a seccção.

Agora vamos todos torcer com a selecção de raguebi dirigida por um sportinguista: Tomás Morais.

Como é triste ver os sportinguistas espalhados por outros clubes, porque o ecletismo do nosso clube já era. E quando Moniz Pereira se cansar lá vai o atletismo e se calhar mais algumas.

Saudações leoninas

Nuno disse...

O CAPICUA 101 está linkado na BANCADA SUL.

Saudações Leoninas!