sexta-feira, 28 de março de 2008

Nem besta nem bestial


Na semana pós perda de um dos objectivos que tanto apregoa, logo aquele que se afigurava de mais fácil conquista, Paulo Bento resolveu dar ontem uma entrevista à RTPn, onde, no seu decorrer, desvelou alguns pormenores e explicações mas, sem grandes surpresas ou novidades... Revelou o mesmo discurso (pré-formatado?) e as mesmas virtudes e defeitos que já lhe conhecíamos.


A questão que se coloca é que não se está a julgar o carácter de Paulo Bento e sim a sua capacidade tecnico-tactica que lhe permita continuar a liderar a equipa profissional do Sporting Clube de Portugal. E para isso, explicações não bastam. Já nem sequer peço exibições, já só peço resultados (leia-se títulos)! Caro Mister, ganhe lá a Taça de Portugal e a Taça UEFA que depois falamos.


Mas a mensagem que mais retive - por se antever perigosa - e que ficou subentendida, é que parece ser o próprio a definir no fim da presente época se pretende ou não continuar… Preocupante, quer para os defensores quer para os detractores de PB, mas principalmente para o Sporting…

"PB - Que futuro?"

5 comentários:

Armando Silva disse...

Nem mais amigo, independentemente de se gostar ou não do mister Bento, ser ele a decidir se fica ou não, e acredito que seja mesmo esse o cenário real..., é revelador do quão mau vai o nosso Sporting... Mas o que é isto, mas será que esta direcção já nem decisões sabe tomar!!!

Grande abraço amigo

barb michelen disse...

Hello I just entered before I have to leave to the airport, it's been very nice to meet you, if you want here is the site I told you about where I type some stuff and make good money (I work from home): here it is

verdao disse...

Excelente post caro CApicua101! Subscrevo inteiramente.

verdao disse...

E de tal forma o subscrevo que o citei num post hoje colocado por mim no Sangue Leonino.

Saudações Leoninas!

mpre27 disse...

Apesar de continuar a defender o Bento (a teimosia é um dos defeitos de mulas como eu) concordo que esta relação umbilical entre treinador e direcção não é benéfica. Faz-me, por vezes, lembrar a relação vieira-camacho, o que é bastante assustador. Quero crer, no entanto, que na hora do balanço todas as partes (principalmente o Bento) revelem bom-senso.

Abraço Leonino!