terça-feira, 2 de setembro de 2008

Objectivo cumprido!

" Derlei e Postiga: a dupla de avançados de ontem do Sporting"

S. C. BRAGA - 0 ; SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - 1


Importante vitória, pela margem mínima, que o Sporting alcançou no estádio Axa ontem à noite perante um Sporting Clube de Braga que, segundo dizem os “experts” na matéria, promete dificultar muito a vida dos tradicionais candidatos ao título e que, possui mesmo, plantel para se intrometer na classificação cimeira desta Liga Sagres. Inclusivamente nas três primeiras posições que, habitualmente, se destinam aos três grandes.

Foi uma primeira parte algo trapalhona, em que o Sporting entrou, mais uma vez, a “matar”. O único golo da partida surgiu logo aos três minutos numa excelente jogada de envolvimento pelo flanco direito protagonizada por Derlei e Abel, tendo este ultimo a calma e o talento suficiente para assistir de bandeja Hélder “the postman” Postiga. Não foi, pois, um primeiro tempo tecnicamente bem jogado aquele a que assistimos, apesar do domínio repartido que se verificou. Ao melhor quarto de hora inicial do Sporting, foi reagindo o Braga que, apoiado pelo seu público, procurava o golo do empate. Atacou mais, mas oportunidades de golo flagrantes só mesmo à beirinha do intervalo quando Linz se antecipa a Tonel e Caneira, rematando de cabeça com muito perigo. Saiu ao lado da baliza de um Rui Patrício batido…

O grande mérito desta vitória leonina assenta na extrema segurança defensiva que o Sporting apresentou durante todo o encontro, particularmente na segunda parte, quando, era expectável que o S. C. de Braga tentasse tudo para atingir, pelo menos, o empate. A verdade é que nunca o clube minhoto esteve perto de o alcançar. Sinceramente, não me recordo de uma única oportunidade clara de golo bracarense na segunda parte e defesas difíceis do Goalkeeper leonino não se assistiu a nenhuma. Apenas uns pontapés de fora da área que não deram nem para assustar Patrício. O aspecto que eu gostaria de realçar, porque denotou, pelo menos neste jogo, uma evolução face ao passado, foi a tranquilidade e concentração que a equipa verde e branca conseguiu sempre transmitir nas bolas paradas defensivas. Se existe aspecto em que o Braga é temido e o Sporting costuma facilitar, resulta, precisamente, deste tipo de lances. O Braga possui muito bons executantes: Luís Aguiar ou César Peixoto na marcação e Linz ou Meyong a finalizar, têm muita cotação, mas ontem, por mérito da defesa leonina que respondeu sempre à altura, ou por falta de alguma inspiração na marcação, não conseguiram importunar. Quem teve razões para se preocupar foi Eduardo, que não viu o placard aumentado por algum desacerto, eu diria mesmo inépcia dos avançados leoninos… Entre as oportunidade mais flagrantes realço a de Tiui, que foi (mais uma vez) displicente e o remate à entrada da área que Rochemback falhou, quando tinha todas as condições para, pelo menos, acertar com a baliza. O ponto negativo do jogo seria protagonizado por João Pereira (quem mais poderia ser?), useiro e vezeiro nestas situações. Uma agressão estúpida sobre João Moutinho e que foi devidamente castigada. Desta vez não passou impune… Era bom (para o próprio João Pereira) que reflectisse sobre o comportamento que amiúde apresenta e que se revela altamente reprovável. Essa tendência parece aumentar quando defronta o Sporting e dada a inusitada frequência deste tipo de atitudes, não acredito que algum dia a razão assente dentro daquela cabecinha…

Sem deslumbrar mas de forma consistente, o Sporting conseguiu o intuito a que se tinha proposto antes deste desafio: a conquista dos três pontos e a manutenção da liderança à segunda jornada. Para já, apenas nos acompanha o Nacional da Madeira. Foi, portanto cumprido o objectivo, Mister Paulo Bento!

Gostaria de referir alguns pormenores sobre a qualidade de jogo do Sporting:

1.º) Aumenta com Miguel Veloso a trinco, logo a posição do losango em que João Moutinho menos rende.
2.º) Não será Vuk bem mais efectivo que Tiui, que teima em dar razão aqueles que o criticam? O ano passado o montenegrino jogou no ataque e, mesmo não sendo a sua posição favorita, rendeu a olhos vistos. Por isso não entendo que tenha entrado somente após a aposta no Rodrigo Tiui e apenas a cinco minutos do final … Mais uma lição de humildade?

Nos jogadores do Sporting, destaques para a dupla de centrais que se entendeu muito bem e para Derlei que nunca desiste, demonstrando permanentemente uma excelente atitude competitiva!

Finalmente, resta-me mencionar o óbvio: típica arbitragem de Bruno Paixão a interromper constantemente o jogo ao mínimo contacto. Defende-se a ele, prejudica o espectáculo. Irrita público e jogadores. Disciplinarmente foi coerente e decidiu com justiça no caso mais polémico: a já citada entrada badalhoca de João Pereira sobre o João Moutinho.

5 comentários:

Leão de Alvalade disse...

Braga não é uma cidade fácil para os sportinguistas. Para situar os sportiguistas maioritariamente a sul, é o mesmo que ir a Setúbal, só que em vez de sarrrdinhas há rojões e em vez do Sado não tem rio nenhum. O rio Este já há muito foi incorporado no sistema esgotos municipal. Nós vamos lá para acompanhar a equipa e ver futebol. Nós somos os possíveis, gostaria que fossemos mais. Por comparação a deslocação do slb é uma jornada de confraternização, tresanda a galinheiro, os golos são comemorados por todos os presentes e o resultado deixa sempre todos satisfeitos. A recepção ao fcp é precedida sucedida e finalizada por lutas de restling. Perante 2 espectáculos com um só bilhete, e dada a proximidade da inbicta, são muitos os que acorrem…

É preciso recuar a 2004/05 para descobrir uma vitória em Braga e também para nos vermos no 1º lugar. Com o resultado de ontem conseguimos matar 2 borregos. São pouco sustento para um leão sedento, pelo que terão que ser secundados por novas presas. Mas merece o registo.

A equipa entrou com a atitude correcta de quem quer ganhar o jogo e ir depressa para Lisboa com 3 pontos no saco. Por vezes é pena que os jogos tenham 90 minutos. Mas é bom saber que podemos abdicar de jogar mas não de ganhar. É uma evolução positiva em relação à época passada.

No cômputo geral fizemos um grande jogo. Jogamos quase os 90 minutos em inferioridade numérica porque Romagnoli não entrou no jogo e Tiuí entrou mas nunca devia ter entrado no Sporting. Acreditem que não é fácil ver um jogador daqueles jogar com o nosso emblema. Controlamos o jogo a partir do momento em que ficamos com 10 após a expulsão do João Pereira, cuja atitude revela bem a sua procedência, emulando o “diabo da luz”de sábado.

Nunca vamos saber se não teria sido melhor jogar o Veloso no lugar de Moutinho, este no lugar do Romagnoli eo Vukcevic ter entrado no lugar do Tiuí. Mas que eu desconfio, desconfio! Assim como não sabemos se a presença do PC na tribuna é legal ou não e se serviu de alento a Postiga para jogar com toda a garra e empenho. O caxineiro pagou ontem uma tranche dos 2.5 milhões.

Como não podem ver estou rouco e satisfeito. O PB tem razão quando diz que para sermos campeões vamos ter que ganhar muitos jogos assim. Está visto que vou mesmo ter guardar o fraque para ir a S. Carlos.

Visconde disse...

Nova entrada de leão e uma vitória saborosa num jogo intenso, sem grande inspiração, mas com muita transpiração. O Sporting mostrou grande solidez defensiva, soube controlar bem a partida e provou que está preparado para sofrer de forma a chegar ao seu objectivo máximo, o titulo, mas acima de tudo demonstrou uma grande diferença para o passado recente, a equipa como um todo.
Faltam 28 finais...rumo ao titulo.

Abraço

verdao(sl) disse...

Amigo Capicua101:

Gostei dos comentarios que deixaste na CL. tal como digo no SL as crises existênciais devem ficar para quem vai atrás de nós.

É provável a minha menor assiduidade neste "nosso" espaço sportinguista. A acontecer nunca será por menor consideração por ti.

SL

mpre27 disse...

Caro Virgílio,

Este início de campeonato faz-me lembrar o encerrar da época 2006/2007 quando marcávamos sempre no início dos jogos. Esperemos que a tendência se mantenha.

Quanto ao jogo, o destaque vai mesmo para a atitude. Mantenha-se sempre assim e teremos alegrias.

Abraço Leonino!

Armando Silva disse...

"1.º) Aumenta com Miguel Veloso a trinco, logo a posição do losango em que João Moutinho menos rende.
2.º) Não será Vuk bem mais efectivo que Tiui, que teima em dar razão aqueles que o criticam? O ano passado o montenegrino jogou no ataque e, mesmo não sendo a sua posição favorita, rendeu a olhos vistos. Por isso não entendo que tenha entrado somente após a aposta no Rodrigo Tiui e apenas a cinco minutos do final … Mais uma lição de humildade?"

Quanto ao Veloso a trinco, sem duvida que este é a melhor solução para o lugar, só espero que ele se enquadre bem com o Rocha, pois em Madrid entenderam-se um pouco mal...

Quanto ao Vuk vs Tiuí..., nem vale a pena falar, o falta de talento ao segundo sobra ao primeiro... Mas ontem o Tiuí esteve mal de mais... Assim não pode ser...

Quanto ao jogo, foi bom, claro que não brilhamos, mas mostramos outra faceta fundamental para ser campeão, jogar com raça e querer!!!

grande abraço caro amigo