sexta-feira, 5 de setembro de 2008

O Tal penalty...

“Tinha dito a mim mesmo que não voltaria ao caso do tal penálti de Alvalade…”

Acontece, que Rui Cartaxana vem admitir que errou, apesar de o fazer não de forma veemente, como se impunha e à semelhança de como antes defendera o indefensável, mas implicitamente através de uma carta que recebeu de um “jovem advogado, adepto confesso do Sporting”.

Risíveis continuam a ser os argumentos esfarrapados que apresenta como desculpa para a sua, vá lá, “interpretação” do lance… Código civil, Sr. Cartaxana?
Com grandiloquência ou sem ela, quer-me parecer que o alvo de galhofa nas redacções dos jornais nos últimos tempos foi outro que não este

Para concluir, gostaria de ser abelhinha para descobrir se este gesto foi por iniciativa própria ou se imposta pelo superior interesse das vendas do jornal onde garatuja, agora que o Jornal caíra, definitiva mas não exclusivamente, nas más graças dos sportinguistas…

Como vêem, o nosso poder enquanto adeptos leoninos e/ou leitores esclarecidos afinal não é assim tão despiciendo e estou convencido que sai deste episódio mais fortalecido.

6 comentários:

Tite disse...

Ainda bem que ele conseguiu retratar-se e admitir o erro de análise e interpretação das leis através da leitura da carta elegante de um “jovem advogado, adepto confesso do Sporting” conhecedor profundo das ditas leis.
Caso contrário continuaria a dar uma triste imagem da sua "velha" ignorância no que aos jogos do Sporting diz respeito, claro!!!

Abraço amigo

Armando Silva disse...

Agora????

Também acredito que esta espécie de "remissão", se deveu a imposição superior, pois tudo o que escreveu foi mau de mais e deitou a face já deteriorada do jornal ao chão!!!

Grande abraço caro amigo

Virgílio Bernardino disse...

Nem mais Armando, nem mais...


Abraço!

Leão de Alvalade disse...

Caro Capicua101:
Como disse ontem na CL os jornais são como o caroço da fruta: vêm junto com o futebol mas não são para comer. Estão ao mesmo plano do slb, fcp, CA, CD, Liga, FPF, etc: nunca espero que venha nada jeito desses lados. Por isso não alimento essas polémicas e não lhes dou tempo de antena. O Oliveirinha do meu blogue (que por acaso também sou eu...) despedia-me no acto.

Em relação ao Coroado, não sei se já lhe passou a azia daquele célebre jogo em Chaves, onde se deve ter enchido de bola de carne e presunto, mas não o ouço ou leio porque não percebo coroadês.
Grande Abraço!
(já te respondi sobre a tua incómoda posição lá no "anorte")

Visconde disse...

Caro Virgilio

As vendas ditam muita coisa e certamente que os números do Record têm caído, graças a essas "palavras sábias" do mestre Cartaxana. Sobretudo no seio leonino.

Abraço

Anónimo disse...

http://videos.sapo.pt/J1VplL9UkNLc0AR24A8K
é de ouvir e pensar!! a rir!!! lol abraços JB