segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Luto na A23

A campanha da Prevenção Rodoviária Nacional utiliza uma frase lapidar: “Não julgue que os acidentes só acontecem aos outros”.

Infelizmente, hoje mais do que nunca, esta frase deixou-me arrepiado de horror.

Há hora em que escrevo, desconheço a identidade das, até agora, treze vitimas mortais do acidente que afectou o autocarro da Câmara Municipal de Castelo Branco, que transportava de volta duma visita a Fátima alunos da USALBI – Universidade Sénior Albicastrense. Mas apesar disso e após a surpresa e choque inicial desta fatídica noticia, abateu-se sobre mim uma tristeza indescritível. Aquelas pessoas podem não ser minhas amigas, podem não ser minhas vizinhas, podem não ser sequer minhas conhecidas, mas são com toda a certeza pessoas da minha cidade, do meu concelho, da minha comunidade. Ocasionalmente poderei ter-me cruzado, falado ou mesmo convivido com alguma(s) dela(s). Não sei nem isso me importa. Só sei que é incrível como a proximidade destas tragédias nos afectam de forma tão mais intensa e dolorosa.

Por isso, porque me sinto de luto escrevo como catarse desta dor e para deixar também aqui o meu mais profundo pesar por todos os afectados. No fundo, mais directa ou indirectamente, todos os albicastrenses…

1 comentário:

JoaofmSCP disse...

votação do jogador mais irritante da liga bwin em http:\\bolanamesa.blogspot.com